Brasão de LeiriaBandeira de Leiria
Brasão    Bandeira


Leiria é uma cidade portuguesa, capital do distrito de Leiria, situada na região Centro e sub-região do Pinhal Litoral, com cerca de 60 000 habitantes no seu perímetro urbano.

 

É sede de um município com 565,09 km² de área e 126 897 habitantes (2011) subdividido em 18 freguesias, o que faz dele o segundo concelho mais populoso das Beiras, só superado por Coimbra. É limitado a norte/nordeste pelo concelho de Pombal, a leste pelo de Ourém, a sul pelos municípios de Batalha e Porto de Mós, a sudoeste pelo de Alcobaça, a oeste pelo concelho da Marinha Grande e a noroeste pelo Oceano Atlântico.

 

Leiria é o principal centro urbano da unidade estatística Pinhal Litoral e da comunidade urbana de Leiria, assim como um importante centro de comércio, serviços e indústria.

 

O município tem uma faixa costeira a ocidente, que a liga ao Oceano Atlântico. O feriado municipal é a 22 de maio e celebra a criação da diocese de Leiria, em 1545. A sua elevação a cidade ocorreu no dia 13 de Junho do mesmo ano.

 

A cidade é banhada pelos rios Lis e o seu afluente, o Lena, sendo o castelo de Leiria o seu monumento mais notável.

 


Leiria em 1974

 

O concelho recebeu o primeiro foral de D. Afonso Henriques, o primeiro rei de Portugal, em 1142 , sob o nome de Leirena.

 

Foi uma das cidades escolhidas para fazer parte do Euro 2004, e graças a isso o seu estádio municipal sofreu uma grande remodelação, que ainda hoje está a ser paga pelo município e o endividou profundamente (pelo menos durante duas décadas).

 

Estádio Dr. Magalhães Pessoa

 

Com uma gastronomia variada e com tradições reconhecidas, o concelho é historicamente rico, como o testemunham o castelo da cidade e o Santuário de Nossa Senhora da Encarnação. Leiria disp��e ainda, dentro do município, das Termas de Monte Real, de praias como a do Pedrógão, da Lagoa da Ervideira e da mata municipal de Marrazes. Ficam relativamente perto as históricas cidades de Ourém, Fátima, Pombal e Coimbra bem como a estância balnear da Figueira da Foz, uma das principais da região. Outros centros urbanos como o Entroncamento, Tomar, Torres Novas e Rio Maior, já no Ribatejo, estão bastante próximos. Os portos da Figueira da Foz e de Peniche distam cerca de 50 km e 80 km, respectivamente.

 


Praia do Perdógão


Freguesias


O concelho de Leiria está dividido em 18 freguesias:


Amor
Arrabal
Bajouca
Bidoeira de Cima
Caranguejeira
Coimbrão
Colmeias e Memória
Leiria, Pousos, Barreira e Cortes
Maceira    
Marrazes e Barosa
Milagres
Monte Real e Carvide
Monte Redondo e Carreira
Parceiros e Azoia
Regueira de Pontes
Santa Catarina da Serra e Chainça
Santa Eufémia e Boa Vista
Souto da Carpalhosa e Ortigosa

 


História


A história precoce de Leiria é obscura. Mas mesmo assim, a bacia hidrográfica do Lis é das zonas com maior densidade de achados arqueológicos do país, atribuíveis ao Paleolítico Inferior. De momento estão inventariados mais de 70 sítios arqueológicos na região, entre os quais vários jazigos de sílex, inúmeros seixos talhados (em areeiros por arrastamento do rio, na Quinta do Cónego nas Cortes, na Mata dos Marrazes, atrás do Bairro Sá Carneiro), gravuras rupestres (na praia do Pedrógão), uma pintura rupestre (no vale-canhão do Lapedo) e muitas outras. De todos os achados destaca-se o menino do Lapedo, encontrado no vale do mesmo nome e que tem suscitado o interesse da comunidade científica internacional. Os primeiros habitantes que se sabe ao certo, foram os túrdulos (Turdulorum Oppidani), um povo indígena Celtibero (relacionado com os Lusitanos); que estabeleceu uma povoação perto (a cerca de 7 km) de Leiria. Esta foi posteriormente ocupada pelos romanos, periodo em que floresceu sob o nome de Collippo . As pedras da antiga cidade romana foram usadas na Idade Média para construir parte de Leiria, destacando-se o castelo onde ainda se podem ver pedras com inscrições romanas.

 

O nome Leiria em si, deriva de leira (do galaico-português medieval laria : a partir do proto-celta * ɸlār-yo-, semelhante ao lar em Irlandês antigo 'chão', em Bretão leur 'chão', em Galês llawr ' andar ') que em Português significa área de lotes agrícolas.


Leiria foi habitada pelos suevos em 414 dC e incorporada por Leovigildo no reino dos visigodos em 585 dC. Mais tarde os mouros ocuparam esta a área, até à tomada por D. Afonso Henriques em 1135, durante a chamada Reconquista. A região foi alvo de ataques mouros até 1140. Durante esse período entre Leiria e regiões mais a Sul como Santarém e Lisboa, existiu uma faixa territorial conhecida como "terra de ninguém", até esta ser repovoada por cristãos. Em 1142 Afonso Henriques atribuiu o primeiro foral (carta de direitos feudais) para estimular a colonização da região. A maioria da população vivia dentro das muralhas protectoras da cidade inicialmente, mas já no século XII parte da população vivia na sua parte exterior. A mais antiga igreja de Leiria, a Igreja de São Pedro, construída em estilo românico no século XII, servia a freguesia exterior às muralhas.

 

Castelo medieval de Leiria

 

Geografia e Localização


Leiria, cujas coordenadas geográficas são 39° 46' Norte 08° 53' Oeste, está situada entre as duas principais cidades portuguesas, Lisboa e Porto, junto ao litoral do país. Dista cerca de 140 km de Lisboa, 179 km do Porto e 55 km de Coimbra. A cidade é o centro de uma área de influência de cerca de 350 000 habitantes, que abrange outros aglomerados populacionais, como as cidades de Marinha Grande, Pombal, Ourém, Fátima e Alcobaça.

 

Leiria está também próxima de praias como a Praia da Vieira, a praia do Pedrógão, São Pedro de Moel, Paredes da Vitória e Nazaré (Portugal). Localizam-se relativamente próximos da cidade vários monumentos de interesse: o Mosteiro de Alcobaça, o Mosteiro da Batalha, o Castelo de Porto de Mós e o Castelo de Ourém. A vila histórica de Aljubarrota situa-se a cerca de 25 km de Leiria, e é também próxima a cidade de Fátima, conhecida pelo seu Santuário e pelo seu valor religioso.


Clima


A cidade de Leiria localiza-se próxima da costa ocidental, na região centro de Portugal Continental, apresentando um clima Mediterrânico (Csa) com influência oceânica.

 

Assim, apresenta invernos frescos e húmidos, contando em média com 40 dias de chuva (330mm) contra 50 dias secos e 5 horas de sol por dia. As temperaturas médias variam entre 15°C e 7°C, podendo as mínimas baixar aos 0 °C em dias mais frios, favorecendo o aparecimento de gelo ou geada. A temperatura mais baixa registada em Leiria (desde o início dos registos em 2008) foi de -4ºC na manhã do dia 8 de Janeiro de 2009.

 

As primaveras são bastante agradáveis, sendo o mês de abril bastante chuvoso. Esta estação conta em média com 43 dias de chuva (273mm) contra 47 dias secos e 7 horas de sol por dia. As temperaturas médias variam entre 20°C e 11°C.

 

Os verões trazem consigo temperaturas altas e sol, contando em média com 18 dias de chuva (77mm) contra 82 dias secos e 9 horas de sol por dia. As temperaturas médias variam entre 27°C e 15°C, podendo as máximas alcançar os 35°C nos dias mais quentes. A temperatura mais alta registada em Leiria (desde o início dos registos em 2008) foi de 40ºC, nos dias 26 e 27 de Julho de 2010.

 

Já os outonos, embora sejam amenos, assolam por vezes a cidade com chuva e vento e contam em média com 39 dias de chuva (339 mm) contra 51 dias secos e 6 horas de sol por dia. As temperaturas médias variam entre 21°C e 12°C.


Economia


A região vive do comércio, da agropecuária e da indústria, destacando-se o fabrico de objectos de cerâmica, plásticos, moldes e cimentos. A construção civil tem também um peso importante, assim como o turismo. O principal sector económico é o sector terciário, dos serviços. Também tem grande influências as fábricas de vidro, na Marinha Grande.


Infra-estruturas


Transportes 


Leiria tem uma rodoviária de autocarros na qual recebe carreiras regulares interurbanas da Rodoviária do Tejo, Transdev e expressos da Rede Nacional de Expressos para vários centros urbanos, incluindo autocarros de hora a hora para Lisboa e mais de 10 para o Porto.


Tem também os seus transportes urbanos, a Mobilis, assegurada pela Câmara Municipal, com conexões regulares a toda a cidade. Para ver as rotas entre - https://mobilis.pt/.


Ainda conta com uma empresa de táxis.

 

Ferroviários 


Na Estação Ferroviária de Leiria, situada a cerca de 3 Km a noroeste do centro da cidade, é possível aceder aos caminho-de-ferro da Linha do Oeste (Lisboa - Figueira da Foz - Coimbra).


Também é possível aceder à principal linha ferroviária do país, a linha do norte, na Estação Ferroviária de Albergaria dos Doze no concelho vizinho de Pombal a cerca de 24 Km a nordeste da cidade ou até mesmo na estação de Pombal para comboios de longo curso, 29 Km a norte.

 

Auto-estrada & Vias principais 


Quatro autoestradas servem a cidade de Leiria : 


 A1 (Autoestrada do Norte : Lisboa - Porto),
 A8 (Autoestrada do Oeste : Lisboa - Leiria),
 A17 (Marinha Grande - Aveiro),
 A19 (Leiria - Batalha. A A19 resulta do alargamento do IC2 na zona de Leiria)
 O IC36 que liga a A1 à A8

 

Aeródromo 


Leiria dispõem do Aeródromo José Ferrinho (também conhecido por Aeródromo do Falcão e por Aeródromo de Leiria) situado na freguesia dos Marrazes na localidade de Gândara dos Olivais com uma pista de 600m x 9m asfaltada. Situa-se a cerca de 5 Km a norte-noroeste do centro da cidade.

 

Existe ainda um Aeródromo militar na freguesia de Monte Real.


Saúde


Leiria possui várias unidades hospitalares e centros de saúde. 

 

O Hospital de Santo André, pertencente ao Centro Hospitalar de Leiria-Pombal, é o maior hospital da região e localiza-se a 1km do centro da cidade; possui urgências ginecológicas-obstetrícias, pediátricas e gerais, bem como uma entrada para doenças súbitas, todas a funcionar tanto de dia como de noite. Possui um imenso leque de especialidades médicas e está no ranking das cinco melhores unidades cardíacas e vasculares, neurológicas e respiratórias.

 

A mais antiga unidade de saúde particular existente em Leiria é o Hospital D. Manuel de Aguiar, propriedade da Santa Casa da Misericórdia de Leiria, que presta cuidados de saúde na cidade desde 1544. O Hospital D. Manuel de Aguiar, situado na Rua de Tomar foi inaugurado em 1800.

 

Em Leiria situa-se também a unidade principal do Centro Hospitalar de São Francisco, hospital particular, do Grupo Sanfil.  


Educação


Para além das escolas básicas de 1º ciclo, o concelho de Leiria engloba escolas básicas de 2º e 3º ciclos, ensino secundário, profissional e ensino superior.  

 

A cidade é sede do Instituto Politécnico de Leiria, uma instituição politécnica de ensino superior que foi fundada em 1987. Em Leiria localizam-se três das cinco escolas deste instituto politécnico: a Escola Superior de Educação e Ciências Sociais de Leiria, a Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Leiria e a Escola Superior de Saúde de Leiria. O instituto também tem escolas nas cidades de Caldas da Rainha e Peniche, respetivamente a Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha e a Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar de Peniche. A única instituição de ensino superior privada atualmente presente na cidade de Leiria é o Instituto Superior de Línguas e Administração (ISLA), depois de ter sido encerrado, em 2005, o Pólo de Leiria da Universidade Católica Portuguesa, que havia sido criado em 1991.


Património


Castelo de Leiria
Sé Catedral de Leiria
Capela de São Pedro
Igreja e Convento de São Francisco
Santuário de Nossa Senhora da Encarnação
Convento de Santo Agostinho


Gastronomia

 

Pratos Típicos – Morcela de Arroz; Negritos; Lentriscas; Bacalhoada com migas; Bacalhau com feijão frade; Ossinhos; Fritada; Cabrito; Feijoada; Leitão; Chanfana; Fritada dos peixinhos; Chanfana (Chainça); Bacalhau com Chícharos (Santa Catarina da Serra).

 

Doces Regionais – Brisas do Lis; Lampreia de Ovos; Ovos Folhados; Bolinhos de Pinhão; Castanhas queimadas; Canudos de Leiria; Doce de amêndoa; Filhós de abóbora.

 

Vinhos – Leiria faz parte da Região Demarcada do Vinho das Encostas de Aire.


Câmara Municipal de Leiria

 

Brasão de LeiriaBandeira de Leiria
Brasão    Bandeira


Leiria é uma cidade portuguesa, capital do distrito de Leiria, situada na região Centro e sub-região do Pinhal Litoral, com cerca de 60 000 habitantes no seu perímetro urbano.

 

É sede de um município com 565,09 km² de área e 126 897 habitantes (2011) subdividido em 18 freguesias, o que faz dele o segundo concelho mais populoso das Beiras, só superado por Coimbra. É limitado a norte/nordeste pelo concelho de Pombal, a leste pelo de Ourém, a sul pelos municípios de Batalha e Porto de Mós, a sudoeste pelo de Alcobaça, a oeste pelo concelho da Marinha Grande e a noroeste pelo Oceano Atlântico.

 

Leiria é o principal centro urbano da unidade estatística Pinhal Litoral e da comunidade urbana de Leiria, assim como um importante centro de comércio, serviços e indústria.

 

O município tem uma faixa costeira a ocidente, que a liga ao Oceano Atlântico. O feriado municipal é a 22 de maio e celebra a criação da diocese de Leiria, em 1545. A sua elevação a cidade ocorreu no dia 13 de Junho do mesmo ano.

 

A cidade é banhada pelos rios Lis e o seu afluente, o Lena, sendo o castelo de Leiria o seu monumento mais notável.

 


Leiria em 1974

 

O concelho recebeu o primeiro foral de D. Afonso Henriques, o primeiro rei de Portugal, em 1142 , sob o nome de Leirena.

 

Foi uma das cidades escolhidas para fazer parte do Euro 2004, e graças a isso o seu estádio municipal sofreu uma grande remodelação, que ainda hoje está a ser paga pelo município e o endividou profundamente (pelo menos durante duas décadas).

 

Estádio Dr. Magalhães Pessoa

 

Com uma gastronomia variada e com tradições reconhecidas, o concelho é historicamente rico, como o testemunham o castelo da cidade e o Santuário de Nossa Senhora da Encarnação. Leiria disp��e ainda, dentro do município, das Termas de Monte Real, de praias como a do Pedrógão, da Lagoa da Ervideira e da mata municipal de Marrazes. Ficam relativamente perto as históricas cidades de Ourém, Fátima, Pombal e Coimbra bem como a estância balnear da Figueira da Foz, uma das principais da região. Outros centros urbanos como o Entroncamento, Tomar, Torres Novas e Rio Maior, já no Ribatejo, estão bastante próximos. Os portos da Figueira da Foz e de Peniche distam cerca de 50 km e 80 km, respectivamente.

 


Praia do Perdógão


Freguesias


O concelho de Leiria está dividido em 18 freguesias:


Amor
Arrabal
Bajouca
Bidoeira de Cima
Caranguejeira
Coimbrão
Colmeias e Memória
Leiria, Pousos, Barreira e Cortes
Maceira    
Marrazes e Barosa
Milagres
Monte Real e Carvide
Monte Redondo e Carreira
Parceiros e Azoia
Regueira de Pontes
Santa Catarina da Serra e Chainça
Santa Eufémia e Boa Vista
Souto da Carpalhosa e Ortigosa

 


História


A história precoce de Leiria é obscura. Mas mesmo assim, a bacia hidrográfica do Lis é das zonas com maior densidade de achados arqueológicos do país, atribuíveis ao Paleolítico Inferior. De momento estão inventariados mais de 70 sítios arqueológicos na região, entre os quais vários jazigos de sílex, inúmeros seixos talhados (em areeiros por arrastamento do rio, na Quinta do Cónego nas Cortes, na Mata dos Marrazes, atrás do Bairro Sá Carneiro), gravuras rupestres (na praia do Pedrógão), uma pintura rupestre (no vale-canhão do Lapedo) e muitas outras. De todos os achados destaca-se o menino do Lapedo, encontrado no vale do mesmo nome e que tem suscitado o interesse da comunidade científica internacional. Os primeiros habitantes que se sabe ao certo, foram os túrdulos (Turdulorum Oppidani), um povo indígena Celtibero (relacionado com os Lusitanos); que estabeleceu uma povoação perto (a cerca de 7 km) de Leiria. Esta foi posteriormente ocupada pelos romanos, periodo em que floresceu sob o nome de Collippo . As pedras da antiga cidade romana foram usadas na Idade Média para construir parte de Leiria, destacando-se o castelo onde ainda se podem ver pedras com inscrições romanas.

 

O nome Leiria em si, deriva de leira (do galaico-português medieval laria : a partir do proto-celta * ɸlār-yo-, semelhante ao lar em Irlandês antigo 'chão', em Bretão leur 'chão', em Galês llawr ' andar ') que em Português significa área de lotes agrícolas.


Leiria foi habitada pelos suevos em 414 dC e incorporada por Leovigildo no reino dos visigodos em 585 dC. Mais tarde os mouros ocuparam esta a área, até à tomada por D. Afonso Henriques em 1135, durante a chamada Reconquista. A região foi alvo de ataques mouros até 1140. Durante esse período entre Leiria e regiões mais a Sul como Santarém e Lisboa, existiu uma faixa territorial conhecida como "terra de ninguém", até esta ser repovoada por cristãos. Em 1142 Afonso Henriques atribuiu o primeiro foral (carta de direitos feudais) para estimular a colonização da região. A maioria da população vivia dentro das muralhas protectoras da cidade inicialmente, mas já no século XII parte da população vivia na sua parte exterior. A mais antiga igreja de Leiria, a Igreja de São Pedro, construída em estilo românico no século XII, servia a freguesia exterior às muralhas.

 

Castelo medieval de Leiria

 

Geografia e Localização


Leiria, cujas coordenadas geográficas são 39° 46' Norte 08° 53' Oeste, está situada entre as duas principais cidades portuguesas, Lisboa e Porto, junto ao litoral do país. Dista cerca de 140 km de Lisboa, 179 km do Porto e 55 km de Coimbra. A cidade é o centro de uma área de influência de cerca de 350 000 habitantes, que abrange outros aglomerados populacionais, como as cidades de Marinha Grande, Pombal, Ourém, Fátima e Alcobaça.

 

Leiria está também próxima de praias como a Praia da Vieira, a praia do Pedrógão, São Pedro de Moel, Paredes da Vitória e Nazaré (Portugal). Localizam-se relativamente próximos da cidade vários monumentos de interesse: o Mosteiro de Alcobaça, o Mosteiro da Batalha, o Castelo de Porto de Mós e o Castelo de Ourém. A vila histórica de Aljubarrota situa-se a cerca de 25 km de Leiria, e é também próxima a cidade de Fátima, conhecida pelo seu Santuário e pelo seu valor religioso.


Clima


A cidade de Leiria localiza-se próxima da costa ocidental, na região centro de Portugal Continental, apresentando um clima Mediterrânico (Csa) com influência oceânica.

 

Assim, apresenta invernos frescos e húmidos, contando em média com 40 dias de chuva (330mm) contra 50 dias secos e 5 horas de sol por dia. As temperaturas médias variam entre 15°C e 7°C, podendo as mínimas baixar aos 0 °C em dias mais frios, favorecendo o aparecimento de gelo ou geada. A temperatura mais baixa registada em Leiria (desde o início dos registos em 2008) foi de -4ºC na manhã do dia 8 de Janeiro de 2009.

 

As primaveras são bastante agradáveis, sendo o mês de abril bastante chuvoso. Esta estação conta em média com 43 dias de chuva (273mm) contra 47 dias secos e 7 horas de sol por dia. As temperaturas médias variam entre 20°C e 11°C.

 

Os verões trazem consigo temperaturas altas e sol, contando em média com 18 dias de chuva (77mm) contra 82 dias secos e 9 horas de sol por dia. As temperaturas médias variam entre 27°C e 15°C, podendo as máximas alcançar os 35°C nos dias mais quentes. A temperatura mais alta registada em Leiria (desde o início dos registos em 2008) foi de 40ºC, nos dias 26 e 27 de Julho de 2010.

 

Já os outonos, embora sejam amenos, assolam por vezes a cidade com chuva e vento e contam em média com 39 dias de chuva (339 mm) contra 51 dias secos e 6 horas de sol por dia. As temperaturas médias variam entre 21°C e 12°C.


Economia


A região vive do comércio, da agropecuária e da indústria, destacando-se o fabrico de objectos de cerâmica, plásticos, moldes e cimentos. A construção civil tem também um peso importante, assim como o turismo. O principal sector económico é o sector terciário, dos serviços. Também tem grande influências as fábricas de vidro, na Marinha Grande.


Infra-estruturas


Transportes 


Leiria tem uma rodoviária de autocarros na qual recebe carreiras regulares interurbanas da Rodoviária do Tejo, Transdev e expressos da Rede Nacional de Expressos para vários centros urbanos, incluindo autocarros de hora a hora para Lisboa e mais de 10 para o Porto.


Tem também os seus transportes urbanos, a Mobilis, assegurada pela Câmara Municipal, com conexões regulares a toda a cidade. Para ver as rotas entre - https://mobilis.pt/.


Ainda conta com uma empresa de táxis.

 

Ferroviários 


Na Estação Ferroviária de Leiria, situada a cerca de 3 Km a noroeste do centro da cidade, é possível aceder aos caminho-de-ferro da Linha do Oeste (Lisboa - Figueira da Foz - Coimbra).


Também é possível aceder à principal linha ferroviária do país, a linha do norte, na Estação Ferroviária de Albergaria dos Doze no concelho vizinho de Pombal a cerca de 24 Km a nordeste da cidade ou até mesmo na estação de Pombal para comboios de longo curso, 29 Km a norte.

 

Auto-estrada & Vias principais 


Quatro autoestradas servem a cidade de Leiria : 


 A1 (Autoestrada do Norte : Lisboa - Porto),
 A8 (Autoestrada do Oeste : Lisboa - Leiria),
 A17 (Marinha Grande - Aveiro),
 A19 (Leiria - Batalha. A A19 resulta do alargamento do IC2 na zona de Leiria)
 O IC36 que liga a A1 à A8

 

Aeródromo 


Leiria dispõem do Aeródromo José Ferrinho (também conhecido por Aeródromo do Falcão e por Aeródromo de Leiria) situado na freguesia dos Marrazes na localidade de Gândara dos Olivais com uma pista de 600m x 9m asfaltada. Situa-se a cerca de 5 Km a norte-noroeste do centro da cidade.

 

Existe ainda um Aeródromo militar na freguesia de Monte Real.


Saúde


Leiria possui várias unidades hospitalares e centros de saúde. 

 

O Hospital de Santo André, pertencente ao Centro Hospitalar de Leiria-Pombal, é o maior hospital da região e localiza-se a 1km do centro da cidade; possui urgências ginecológicas-obstetrícias, pediátricas e gerais, bem como uma entrada para doenças súbitas, todas a funcionar tanto de dia como de noite. Possui um imenso leque de especialidades médicas e está no ranking das cinco melhores unidades cardíacas e vasculares, neurológicas e respiratórias.

 

A mais antiga unidade de saúde particular existente em Leiria é o Hospital D. Manuel de Aguiar, propriedade da Santa Casa da Misericórdia de Leiria, que presta cuidados de saúde na cidade desde 1544. O Hospital D. Manuel de Aguiar, situado na Rua de Tomar foi inaugurado em 1800.

 

Em Leiria situa-se também a unidade principal do Centro Hospitalar de São Francisco, hospital particular, do Grupo Sanfil.  


Educação


Para além das escolas básicas de 1º ciclo, o concelho de Leiria engloba escolas básicas de 2º e 3º ciclos, ensino secundário, profissional e ensino superior.  

 

A cidade é sede do Instituto Politécnico de Leiria, uma instituição politécnica de ensino superior que foi fundada em 1987. Em Leiria localizam-se três das cinco escolas deste instituto politécnico: a Escola Superior de Educação e Ciências Sociais de Leiria, a Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Leiria e a Escola Superior de Saúde de Leiria. O instituto também tem escolas nas cidades de Caldas da Rainha e Peniche, respetivamente a Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha e a Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar de Peniche. A única instituição de ensino superior privada atualmente presente na cidade de Leiria é o Instituto Superior de Línguas e Administração (ISLA), depois de ter sido encerrado, em 2005, o Pólo de Leiria da Universidade Católica Portuguesa, que havia sido criado em 1991.


Património


Castelo de Leiria
Sé Catedral de Leiria
Capela de São Pedro
Igreja e Convento de São Francisco
Santuário de Nossa Senhora da Encarnação
Convento de Santo Agostinho


Gastronomia

 

Pratos Típicos – Morcela de Arroz; Negritos; Lentriscas; Bacalhoada com migas; Bacalhau com feijão frade; Ossinhos; Fritada; Cabrito; Feijoada; Leitão; Chanfana; Fritada dos peixinhos; Chanfana (Chainça); Bacalhau com Chícharos (Santa Catarina da Serra).

 

Doces Regionais – Brisas do Lis; Lampreia de Ovos; Ovos Folhados; Bolinhos de Pinhão; Castanhas queimadas; Canudos de Leiria; Doce de amêndoa; Filhós de abóbora.

 

Vinhos – Leiria faz parte da Região Demarcada do Vinho das Encostas de Aire.


Câmara Municipal de Leiria

Leiria

OK
Newsletter abonnieren
ACHTUNG Diese Seite benutzt Cookies. Durch das Durchsuchen der Website stimmen Sie der Verwendung zu. Erfahren Sie mehr über die Verwendung von Cookies.

Zu akzeptierenWie konfiguriere ich?